O que é Solstício de Verão

Há cerca de quatro mil anos antes de Cristo a astronomia já começava a se desenvolver. Os egípcios foram, por exemplo, um dos percursores dessa ciência, a qual é substancial para o entendimento de diversos fenômenos extremamente influenciadores, como os solstícios. Entretanto, apesar de serem bastante populares, poucas pessoas efetivamente sabem o que significa solstício de verão e de inverno, quais suas características e o que ocasionam.

Solstício de Verão
Solstício de Verão

O que Significa Solstício de Verão

Os solstícios são caracterizados por serem os dias mais longos do ano. Tal fato é decorrente da inclinação da Terra, a qual promoverá uma maior ou uma menor incidência de luz solar no planeta.

Os solstícios de verão representam, portanto, o momento de maior insolação sobre a superfície do planeta, o que tem como consequência dias de maior duração, em questão de luminosidade natural, quando comparados às noites; por precisarem o dia mais longo do ano, esses fenômenos são utilizados para marcar o início do verão.

Para que o solstício de verão aconteça em uma determinada região, o eixo do hemisfério ao qual ela pertence deve estar aproximadamente 23º inclinado em direção ao sol. Devido a essa inclinação, não serão todas as áreas daquela metade que sofrerão as implicações dos solstícios; quanto mais afastada for a região da do centro da Terra, por exemplo, maiores serão os impactos desse fenômeno sobre ela. Outro ponto importante é que os horários e as datas dos solstícios sofrem variações, ou seja, eles são diferentes de um ano para o outro.

Solstício de Verão no Hemisfério Sul

O hemisfério sul é a metade inferior do globo terrestre e é nessa porção que se localiza o Brasil. Os solstícios de verão nessa região normalmente ocorrem em dezembro, o que pode ser explicado pelos movimentos de rotação e translação da Terra.

Porém, as regiões mais próximas da linha do equador não apresentam mudanças bruscas entre as durações do dia e da noite; tomando-se o Brasil como exemplo, nos estados do Sul e do Sudeste, as diferenças ocasionadas pelo solstício serão extremamente evidentes, ao passo que no Norte e no Nordeste do país, elas são imperceptíveis.

Solstício de Inverno

Os solstícios de inverno marcam o início do inverno e eles ocorrem quando algum dos eixos da Terra estão inclinados cerca de 23º na direção oposta ao do sol.  O hemisfério do eixo contrário ao sol receberá menor insolação, portanto, esse fenômeno é caracterizado pelas noites longas e pelos dias curtos. Além disso, quanto maior a distância de determinada área à linha do equador, menor serão os dias dela.

Equinócio

Os equinócios precisam o início da primavera e do outono e podem, portanto, serem categorizados em equinócio de outono e equinócio de primavera. Nessas épocas, por conta da pouca inclinação dos eixos terrestres, a incidência solar é maior nas regiões centrais da Terra, ou seja, quanto mais próxima uma área for da linha do equador, mais insolação ela tende a receber. Portanto, os equinócios são caracterizados por apresentarem dias e noites de duração muito semelhantes.

DEIXAR RESPOSTAS

Please enter your comment!
Please enter your name here