Será que estamos acabando com a água do nosso planeta? A imensidão de água corre o risco de se extinguir? Os oceanos estão comprometidos com a poluição? O que tudo isso pode acarretar ao nosso planeta? Todos esses questionamentos devem ser lançados às nossas crianças e aos jovens para momentos de reflexão, discussão e busca de prováveis soluções. Precisamos debater estratégias para amenizar a provável catástrofe e contornar essa ameaça. 

O debate sobre o desperdício de água, além de outras atitudes prejudiciais a esse recurso natural de nosso planeta, está em evidência. Umas das contribuições para iniciar o trabalho preventivo de minimizar esse quadro, evitando o desperdício e a poluição em rios, mares, lagoas é a conscientização dos alunos nas escolas. Para divulgar e discutir soluções de prevenção ao desperdício, os projetos em sala de aula são indispensáveis, pois proporcionam aulas dinâmicas por meio de pesquisas, discussões, informações, debates e descobertas, estimulando a construção de conhecimentos, formalizando ideias para salvar o nosso “planeta água”.

O homem pensa que a água potável é infinita. Por meio de sua imensa curiosidade em desbravar o que os oceanos possuem, o homem realiza pesquisas e descobertas e não entende que está extraindo deles muito mais do que podem nos dar. E, pior, debaixo daquele mar azul, o próprio homem está ocasionado sérios problemas.

É momento de preservar oceanos e desacelerar a degradação dos mares. Evitar desperdício de água. Entre os princípios básicos de preservação do mar estão não jogar lixo na praia, respeitar a reprodução das espécies, promover atos de informação e conscientização sobre a preservação do oceano. Racionar a utilização da água no cotidiano e preservar todas as espécies de seres vivos que ocupam um espaço neste mundo são grandes desafios. O sustento e toda a geração de riqueza do planeta começam no meio ambiente. Mas esses recursos um dia poderão terminar devido à interferência desordenada do homem na natureza e, com isso, levar o planeta ao caos mundial.

Vivemos um momento de súbitas transformações, porém podemos refletir sobre critérios que promovam o respeito, a valorização, o cuidado com o meio ambiente e a proliferação das espécies. Para isso se faz necessário desenvolver o senso crítico e a conscientização sobre a importância de preservar e não desperdiçar a água.  Além do comprometimento dos alunos em tornarem-se agentes multiplicadores dessa ideia. E essa é uma tarefa que deve ter seu ponto de partida nas escolas.

 

OBJETIVOS

- Valorizar a água como recurso natural e fundamental à manutenção da vida;

- Identificar a necessidade de revisão em nossos hábitos de consumo;

- Desenvolver o senso crítico e a conscientização sobre a importância de preservar e não desperdiçar a água;

- Desenvolver nos alunos a potencialização do conhecimento amplo sobre o fato de que o descuido com a natureza e com a água de um modo geral (mares, rios, lagos) pode ocasionar sérios prejuízos;

- Orientar os alunos quanto às providências e atitudes que podem favorecer e contribuir para uma ação positiva: alertar a população, comunidade, famílias e outros, e o comprometimento de ser um agente multiplicador dessas informações.

 

CONTEÚDOS

- Produção textual

- Leitura e interpretação

- Habilidade artística

- Desenvolver a leitura, observação e interpretação de experiência científica

 

PÚBLICO-ALVO

Atividade indicada para alunos do ensino fundamental I e II. Todas as etapas do projeto podem ser readaptadas de acordo com a realidade da escola e da faixa etária dos alunos.

 

MATERIAIS NECESSÁRIOS

- Retalhos de TN ou feltros

- Canetinhas coloridas ou tintas para tecido

- Tesoura

- Cola quente

 

DESENVOLVIMENTO

Primeiro Momento:

 

O professor deverá desenvolver com a classe um projetointituladoAmigos do Planeta Água” e por meio de estudos e pesquisas sobre o tema em questão destacar os cuidados em preservar rios, mares e lagos e evitar o desperdício de água.  

a)    O professor deverá organizar a classe em duplas.

b)   Cada dupla deverá produzir um pequeno texto cujo tema gerador será baseado nos estudos realizados em sala de aula.

c)    Este texto deverá seguir alguns critérios para ser aproveitado para apresentação do teatro de mão – dedoches.

d)   O professor deverá orientar os alunos diante dos critérios para a produção do roteiro do texto: título, criação de cinco personagens – ou seja, cada dupla deverá confeccionar uma mão de dedoches que serão personagens do teatro –, mensagem em relação aos itens estudados na aula com o professor.

e)    Após a produção do texto, as duplas deverão entregar ao professor o texto para que ele faça as devidas correções e intervenções.

f)     Em seguida, o professor deverá devolver os textos a cada dupla que ficará responsável em elaborar o teatro e confeccionar a mão de dedoches (Ver quadro 1).

g)   Cada dupla deve apresentar o teatro para os próprios colegas e para outras turmas da escola.

 

Segundo Momento:

Nesse momento, os alunos deverão produzir uma carta, após a leitura de alguns livros.

a) O professor deverá selecionar quatro literaturas – de editoras diferentes, mas todas deverão ser relacionadas com o tema em questão –, e realizar a leitura juntamente com os alunos. (Ver sugestões na pag. XX)

b) Após a leitura e os conhecimentos estudados, os alunos deverão escolher uma das quatro literaturas selecionadas pelo professor como fonte base para a produção textual de uma carta. Cada aluno deverá escrever a carta para o autor e/ou editora da literatura escolhida. Na carta, os alunos deverão expressar sua opinião em relação à leitura do tema em questão: a água.

c) O professor deverá orientar os alunos para que nessa carta seja relatada a opinião do aluno em relação à leitura do livro lido em sala de aula e descrever quais soluções podem ser realizadas para evitar o desperdício de água no mundo.

d) Após as produções, o professor deverá realizar as devidas correções.

e) Os alunos deverão entregar as cartas ao professor que por sua vez deverá postar no correio ou enviar por e-mail a mensagem à editora, aos cuidados do autor da obra escolhida.

 

Terceiro Momento:

O professor deverá, nesse momento, desenvolver uma atividade experimental de Ciências sobre germinação de sementes para que os alunos  observem a importância da água para o desenvolvimento do ser vivo.                                           

a) O professor deverá explicar e abordar alguns assuntos como poluição dos rios e mares, tratamento de água e importância de evitar o desperdício de água para a vida do planeta.

b) Após a abordagem dos temas acima, o professor deverá organizar a classe em duplas e explicar a experiência de germinação de sementes.

c) O professor deverá orientar cada dupla para coletar uma garrafa de PET vazia e limpa para a experiência e escolher uma semente para o plantio, que pode ser de manjericão, cheiro verde, hortelã, coentro, entre outras.

d) Cada dupla deverá pesquisar sua semente e verificar que benefícios podem absorver delas. Ex.: chás, temperos, etc.

e) O professor deverá orientar as duplas para que transformem a garrafa de PET em uma jardineira para o plantio da semente (Ver quadro 2).

f) Em seguida, cada dupla deverá realizar o plantio, depositando terra, a semente e se responsabilizar pela manutenção dela: regar, cuidar, monitorar, etc.

g) As duplas deverão observar diariamente o desenvolvimento da planta e registrar numa ficha de observação entregue pelo professor (Ver quadro 3).

h) Para finalizar, o professor deverá solicitar que cada dupla elabore um texto sobre a experiência, baseado nos registros da experiência. O texto deverá conter o nome da semente escolhida e seus benefícios para o homem.

i) A produção deverá ser divulgada no site da escola ou afixada no mural da escola ou biblioteca.

 

Quarto Momento:

Nessa etapa, o professor deverá mobilizar os alunos para que sejam agentes multiplicadores para evitar o desperdício de água e salvar o planeta.

a) O professor deverá levantar sugestões, com os alunos, de como alertar a comunidade a evitar o desperdício de água, evitar a poluição nos rios e mares.

b) O professor deverá abordar a estrutura tipológica de materiais como folder e cartaz de propaganda.

c) O professor deverá explicar aos alunos como elaborar frases e mensagens de alerta. Ex.: “Ao escovar os dentes, feche a torneira”, “Evite o desperdício de água para lavar calçadas e carros”, “Ao tomar banho, desligue o chuveiro enquanto se ensaboa”, entre outras.

d) Em seguida, individualmente, os alunos deverão criar cartazes e fôlderes educativos, tendo como tema a prevenção ao desperdício de água, poluição nos mares, etc.

e) Os fôlderes podem ser distribuídos às famílias da escola e à comunidade do bairro em que a escola está localizada. Os cartazes devem ser afixados na escola e nas suas proximidades.  

 

VARIAÇÕES

- Sugestões de literaturas baseadas no tema para o desenvolvimento do segundo momento do projeto:

Aventuras de uma gota d’água – Samuel Murgel Branco, Editora Moderna 

As aventuras de Tininha, a gotinha d’água em defesa do meio ambiente – Lourdes Carolina Gagete, Editora Panorama

João da água – Patrícia Engel Secco, Editora Educar

- No momento da distribuição dos fôlderes, dependendo da realidade da escola, o professor poderá organizar com a classe uma saída pelas redondezas da escola.

 

Quadro 1:

A confecção dos dedoches

- A mão do aluno deverá ser desenhada com uma canetinha preta no TNT.

- O TNT deverá estar dobrado, pois a luva precisa ter a parte da frente e de trás.

- Em seguida, recortar o traçado da mão do aluno.

- Deverá ser utilizada a cola quente para colar as duas partes.

- Para finalizar, os alunos poderão usar a criatividade para elaborar as personagens do teatro de mão de dedoches, utilizando canetinhas coloridas ou tintas para tecido.

Quadro 2:

Como fazer uma jardineira de garrafa de PET

Recortar um retângulo no meio da garrafa, conforme a marcação em vermelho na figura. Encher a garrafa de terra e depositar as sementes, de acordo com as orientações do professor.

Quadro 3:

FICHA DE OBSERVAÇÃO CIENTÍFICA

 

Aluno:                                                                                                                                         Série:

 

Título da Experimentação:

 

Objetivo:

 

Material(s) utilizado(s):

 

Desenvolvimento da atividade:

 

Descrever a observação:

1º. dia:

2º. dia:

3º. dia:

4º. dia:

 

Conclusão da experimentação:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AVALIAÇÃO

A avaliação consiste na atuação e produção das atividades dos alunos no decorrer do projeto. O aluno será avaliado durante o percurso da construção e produção das atividades propostas e de sua participação, seu interesse, apresentações dos trabalhos solicitados. Durante o processo de aprendizagem e realização da concretização das atividades, o professor deve observar e mediar o trabalho para sinalizar o aluno quando necessário e de acordo com suas necessidades. É fundamental, nesse processo de avaliação, serem consideradas as ações procedimentais, conceituais e atitudinais de cada aluno.

 

Autora: Regina Mara de Oliveira Conrado, psicóloga, pedagoga, especialista em Educação Infantil. É autora de livros da área de educação e coordenadora pedagógica de educação infantil e ensino fundamental I do Colégio São José, de Santos (SP). E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

+ Educação
Assine a newsletter mensal e gratuita +Educação e receba ainda mais conteúdo no seu e-mail!