A britânica Bronnie Ware trabalhou por muitos anos com cuidados paliativos –ela cuidava de pessoas que estavam em suas últimas semanas de vida. Nesse período, em conversas com seus pacientes, Bronnie acabou descobrindo quais são os arrependimentos mais comuns que as pessoas têm antes de morrer. Acompanhe os que ela notou com maior frequência.

Viver uma vida verdadeira a si mesmo, não a que os outros esperavam

Esse é o arrependimento mais comum quando as pessoas compreendem que sua vida está quase no fim e veem quantos sonhos não se realizaram. É muito importante tentar e concretizar pelo menos alguns de seus sonhos ao longo da vida, uma vez que, a partir do momento que você perde sua saúde, pode ser muito tarde para isso.

Trabalhar menos

Muito comum entre os homens. Eles perderam a infância de seus filhos e o companheirismo de suas mulheres enquanto trabalhavam. Ao simplificar seu estilo de vida e fazer escolhas conscientes, é possível não precisar de tanto dinheiro quanto se pensa e, ao abrir mais espaço em sua vida para as coisas simples, ser mais feliz.

Expressar seus sentimentos

Vários pacientes de Bronnie reprimiram seus sentimentos para manter a paz com os outros. Por isso, eles nunca se tornaram quem realmente queriam ser, o que gerava até mesmo doenças relacionadas aos ressentimentos carregados. Ser mais honesto gera relacionamentos mais saudáveis e elimina as pessoas que lhe fazem mal.

Manter contato com os amigos

Muitos se envolveram demais com suas próprias questões e deixaram grandes amizades acabarem – e todos sentem falta de amigos no fim da vida. As pessoas querem deixar tudo certo para seus herdeiros, mas o que importa mesmo é o amor e a amizade.

Se deixar ser feliz

Poucas pessoas entendem que a felicidade é uma escolha. Elas tiveram medo de mudar, e isso as fez mentir para si mesmas, fingir que estavam contentes, mas, no fundo, elas queriam gargalhar e ser feliz de verdade.

(Traduzido e adaptado do site www.bronnieware.com)

 

Artigo publicado na edição de abril de 2015.

+ Educação
Assine a newsletter mensal e gratuita +Educação e receba ainda mais conteúdo no seu e-mail!