As auroras polares estão entre os fenômenos mais bonitos e raros da natureza, devido à sua localização: como o nome diz, elas ocorrem apenas nas calotas polares. O motivo desses acontecimentos se limitarem aos extremos do planeta é por causa do campo magnético gerado pela Terra – algo que Daniel Rodrigues Ventura, professor de Física da Universidade Federal de Viçosa (UFV), explica em um plano de aula rápido e bastante interativo.

Ventura utiliza apenas uma aula para o plano, a qual é dividida em três momentos: a construção de uma bússola, uma discussão com os alunos explicando o campo magnético da Terra e, para concluir, uma explicação sobre o fenômeno das auroras, tudo com o auxílio de vídeos e outros materiais.

Acompanhe a seguir as etapas do plano.

Construção da bússola

Para começar a aula, é preciso que os alunos entendam um pouco de magnetismo. Para isso, ajude os estudantes a construírem suas próprias bússolas caseiras usando agulhas, rolhas, tampas plásticas de garrafas e bacias com água. É preciso imantar as agulhas esfregando-as em um imã (sempre no mesmo sentido, para direcionar o magnetismo) e depois encaixá-las em cima das rolhas e ou das tampas (com a boca virada para cima).

Para ver se as bússolas funcionam, coloque-as em uma bacia com água, de modo que elas flutuem. Note que todas as agulhas irão apontar para o mesmo lugar, pois elas se alinham com o campo magnético da Terra. Ventura sugere que os alunos coloquem elementos que alterem o campo magnético do local, como pilhas e celulares, de forma que notem mudanças nas bússolas.

Campo magnético da Terra

Após as observações da bússola caseira, mostre um vídeo sobre eletromagnetismo (disponível em youtu.be/9SyLGsBBdVE) e promova um debate com os seguintes tópicos:

- A Terra se comporta como um grande ímã?

- Se a Terra é um grande ímã, onde são seus polos Norte e Sul magnéticos?

- Em alguma região do globo terrestre as bússolas magnéticas não orientarão corretamente um navegante?

- Em que regiões o navegante poderá ficar andando em círculos quando se orientar apenas pela bússola magnética?

Explique os tópicos que os alunos não entenderem e ajude-os a diferenciarem os polos magnéticos dos geográficos.

Auroras polares

Feito o primeiro debate, mostre imagens das auroras polares para os alunos e explique o que elas são. Aproveite a explicação para analisar com eles a música Um girassol da cor de seu cabelo (disponível em letras.mus.br/milton-nascimento/47458/), ponderando todas as metáforas da canção e comparando-as com o fenômeno das auroras.

Após essa explanação, encerre a aula com mais um debate sobre as seguintes questões:

- Onde ocorre o fenômeno das auroras polares?

- Elas acontecem nos dois polos?

- Devido a que elas acontecem?

- Se a Terra não se comportasse como um grande ímã, elas aconteceriam?

Ressalte a importância do campo magnético da Terra e conclua a aula repetindo a música sugerida anteriormente. "Caso tenha algum aluno que toque violão, peça com antecedência para ele preparar a música e cantem juntos. Eles adoram atividades que provocam emoção", aconselha Ventura.

 

Matéria publicada na edição de maio de 2014.

+ Educação
Assine a newsletter mensal e gratuita +Educação e receba ainda mais conteúdo no seu e-mail!