Imagine poder ouvir alguns dos maiores profissionais de todas as áreas – Ciências, Tecnologia, Educação, entretenimento –, falando a hora que você quiser e no seu idioma. É isso que a organização sem fins lucrativos TED permite. A sigla significa Tecnologia, Entretenimento e Design e surgiu em 1984, quando foi realizada a primeira conferência do TED, com o intuito de reunir profissionais das três áreas que nomeiam a organização. O movimento desde então só cresce e hoje abrange diversos temas e assuntos – inclusive a Educação, que ganhou o seu braço exclusivo: o TED-Ed. E, também, várias plataformas, pois além das conferências, o grupo conta também com o portal TED Talks (www.ted.com), que reúne as palestras realizadas nas conferências TED, TEDGlobal e TEDx.

Leia mais...

Não é novidade para ninguém que o uso da internet tem crescido exponencialmente entre crianças e adolescentes. Segundo dados da pesquisa TIC Educação 2012, feita pelo Comitê Gestor da Internet do Brasil (CGI.br) com 856 escolas públicas e privadas do País, é maior a presença de computador e Internet nos domicílios dos alunos. Entre os estudantes das escolas públicas, por exemplo, 62% dos jovens já possuem computador em casa. Além disso, houve crescimento no percentual de alunos que fazem uso da Internet pelo celular: 44% entre alunos do ensino público e 54% no ensino privado.

Leia mais...

Redes sociais sempre se baseiam na comunicação entre uma ou mais pessoas e no compartilhamento de conteúdos textuais e audiovisuais. Algumas se focam em textos e mensagens escritas, como é o caso do Twitter e do Facebook. Outras apelam para o lado imagético – casos do Pinterest e também do Instagram.

Leia mais...

As videoaulas já existem há um bom tempo e abrangem vasta gama de assuntos: são aulas de música, de mecânica, de culinária, etc. Lançadas na década de 1980, quando ainda eram compartilhadas por meio de fitas VHS, não demorou muito para que, com a internet cada vez mais presente no cotidiano das pessoas, as videoaulas se popularizassem ainda mais. Muito usadas na educação a distância, com o objetivo de ilustrar, reforçar e complementar o conteúdo do curso, elas são importante recurso didático que auxilia na fixação de conteúdos.

Leia mais...

A internet está crescendo cada vez mais em popularidade, inclusive no meio educacional. O problema na utilização da World Wide Web no ensino, no entanto, tem sido a falta de um propósito definido. Não são raros os casos em que professores pouco planejam como será usada a internet: quais sites serão acessados, quais são as buscas a serem realizadas pelos alunos e quais materiais (fotos, vídeos ou textos) serão utilizados durante os estudos.

Leia mais...

A cada ano, uma rede social acaba passando por um crescimento assombroso e vira febre. Em 2010, foi o Twitter. Em 2011, foi a vez do Facebook. Já no ano passado, a “coqueluche” foi o Pinterest, uma rede social voltada para o visual – algo que a diferencia (e muito) de seus outros concorrentes e que pode ajudar bastante o educador na hora de preparar atividades e incentivar o engajamento dos estudantes.

Leia mais...

Os jogos eletrônicos já fazem parte do cotidiano do brasileiro. Seja no celular, no tablet, no computador ou num console de video game, não é difícil ver alguém disputando para vencer um adversário ou bater uma pontuação.

Leia mais...

Os tablets e smartphones são a coqueluche do momento na educação. Sua inserção nas salas de aula é defendida por pesquisadores, professores e até mesmo entidades governamentais – o Ministério da Educação [MEC] inclusive anunciou no primeiro semestre de 2012 que distribuiria 600 mil tablets para os professores da rede estadual de ensino.

Leia mais...
+ Educação
Assine a newsletter mensal e gratuita +Educação e receba ainda mais conteúdo no seu e-mail!