Havendo confiança, a relação entre professores e alunos possibilita uma melhor aprendizagem. Essa confiança se estabelece sob transferência, e a relação transferencial por si só implica o amor, a afetividade e sustenta a credibilidade do que sabe. Recentemente, a novela Pedacinho de Chão, que passou na Rede Globo, mostrou o amor de crianças, em uma cidadezinha mágica, por sua professora. Além da dramaturgia, muitas músicas cantam e cantaram essa relação. Percebemos, assim, que a responsabilidade do professor por este lugar subjetivo que ocupa na vida do aluno vai muito além do que ensina, ele também exerce a função materna, paterna ou de alguém idealizado. Essa posição desperta sentimentos, emoções e projeções em crianças e jovens. Daí a importância do professor conhecer as especificidades da faixa etária com a qual trabalha e as particularidades de cada aluno. Quanto mais o professor ocupar o ”lugar” profissional que lhe cabe, melhor desempenhará sua função. Ao passar que gosta do que faz, muitas vezes, marca a escolha profissional do estudante. O mestre Paulo Freire já dizia que o professor deve ter em mente quais as lembranças que quer deixar. Dentre outras, espero que esteja o desejo de saber.

Susana Orio, psicóloga e orientadora educacional do Colégio Madre Alix 

 

Precisa de ajuda em alguma situação do cotidiano escolar? Participe desta seção: mande sua dúvida para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .  

+ Educação
Assine a newsletter mensal e gratuita +Educação e receba ainda mais conteúdo no seu e-mail!