O Brasil começou a ficar mais limpo depois que juízes, procuradores e policiais federais conseguiram prender políticos poderosos e empresários ricos. Espera-se que esse trabalho continue desvendando tudo de todos e que a Justiça faça sua parte, sem cair outra vez nos truques que terminam zerando o trabalho de pessoas como o juiz Moro, o procurador Janot e todos aqueles que os ajudam.

Leia mais...

 

Em novembro de 2014, no curso de uma mesma semana, o mundo perdeu um dos grandes poetas e um dos maiores matemáticos de nossos tempos: no Brasil, Manuel de Barros; na França, Alexander Grothendieck. Além de suas obras, cada um deles nos deixou lições sobre a necessidade de mudar a maneira como a educação é feita.

Leia mais...

 

Faz mais de seis meses que a presidente Dilma lançou o lema, mas até hoje não definiu como seria a Pátria Educadora nem o que seu governo fará para construí-la. Por falta de definição da presidente ou dos marqueteiros que criaram o lema, devemos imaginar como seria a Pátria Educadora e o que fazer para construí-la.

Leia mais...

Nos últimos anos, o Brasil tem assistido a greves de professores nos mais diversos estados e cidades. Pode-se estimar em milhares o número de aulas perdidas e em milhões o número de alunos sem aulas ao longo de anos. Não é necessário ter imaginação para perceber as consequências da falta das aulas na formação dos estudantes e as consequências dessa má formação para o futuro do país. Apesar disso, o país não percebe o risco. Ainda mais grave é o fato de pais e professores dizerem que as escolas são tão ruins que a ausência de aulas não faz falta. Muitos pais lamentam as greves apenas porque seus filhos não têm onde ser deixados. Outros lamentam apenas porque os filhos ficam sem merenda.

Leia mais...

Chama-se pedagogia da catástrofe o conjunto de lições tiradas de tragédias geralmente anunciadas e desprezadas. A população de São Paulo está passando por um aprendizado desse tipo. Depois de anos desperdiçando água e sujando rios, investindo em asfalto e estádios em vez de reservatórios, sem incluir nas escolas o respeito à água e às demais preocupações ambientais, a população começou a conservar água. A pedagogia da catástrofe funcionou para o povo, mas os governos aparentemente não aprenderam e continuam resistindo a fazer as necessárias políticas de investimento e de educação, e a população segue de olhos fechados para outros problemas.

Leia mais...

Alguns desafios da escola no mundo atual são ensinar novos conhecimentos sem cortar a criatividade do aluno; usar os mais modernos métodos de informação sem impedir a formação plena do aluno; envolver Google e Wikipédia sem deixar de lado a leitura dos clássicos; usar o ensino a distância sem afastar o aluno da convivência com os colegas; ensinar a aprender com os outros e a aprender sozinho; desenvolver no aluno as capacidades de deslumbrar-se com a beleza e entender a lógica do mundo, de indignar-se com as injustiças, de comunicar-se em diferentes idiomas e de obter um ofício que lhe assegure um emprego. Outro desafio é oferecer a mesma chance a cada criança, independentemente da renda dos pais e da cidade em que ela vive.

Leia mais...

Anos atrás perguntei ao embaixador do Brasil na Irlanda, Stelio Amarante, por que aquele país tinha estradas tão ruins, apesar de ter um dos melhores sistemas educacionais do mundo. Ele respondeu: “Por isso!”. Fez pausa e continuou: “Deixaram para investir nas estradas depois da educação”. No Brasil, sempre que se propõe educação de qualidade vem a pergunta: “Onde encontrar o dinheiro necessário?”. Para respondê-la, o relator de uma comissão do Senado, presidida pela senadora Ângela Portela, concluiu seu trabalho, ainda não debatido pelos senadores, mostrando que o Brasil dispõe dos recursos necessários.

Leia mais...

Não usar a riqueza do pré-sal seria uma estupidez, usá-la para iludir a nação é uma indecência. As estimativas para as reservas do pré-sal podem não ser exatas, mas não são mitos, são resultados de pesquisas geológicas; a exploração do pré-sal em sua profundidade não é um mito; a engenharia dispõe de ferramentas para fazê-la; a crença de que ela pode ser feita sem riscos para a ecologia não é um mito, embora haja exemplos de vazamentos em campos similares; a expectativa de que a demanda e os preços continuarão altos não é um mito, apesar das novas fontes.

Leia mais...

Recente estudo da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) e nossos jornais, no dia a dia, mostram o Brasil como o país com maior violência na escola.O futuro de um país tem a cara de sua escola no presente. Por isso, é urgente entender as causas da violência e como corrigi-las.

Leia mais...

O Brasil se orgulha de respeitar os direitos humanos, porque proíbe a tortura, mas tolera o analfabetismo de adultos, violência tão ignorada que o assunto não é referido no Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH), apesar de representar pelo menos dezesseis violências contra os direitos humanos. 

Leia mais...
+ Educação
Assine a newsletter mensal e gratuita +Educação e receba ainda mais conteúdo no seu e-mail!